Leitores, seguidores.

domingo, 5 de junho de 2011

Um relato nada interessante, sobre o que você já leu antes.

- Calma meu bem, as coisas vão se ajeitar sim
hoje, amanhã, talvez em outra vida, mas elas vão sim.




- Veja só, hoje parecemos estranhos, ou sempre fomos estranhos? um para o outro. Eu não sei, um dia espero te encontrar por aí, por acaso,outro espero nunca mais te ver, espero esquecer teu rosto, vontade de sair por aí, de me perder, não sei. Cigarro na mão esquerda e copo de conhaque na direita, presente.
Passado, teu nome. Futuro, nada vejo. Vontade de sumir nesse mundo que chamo de meu, vontade de te dar esse mundo e te ouvir dizer que ele é nosso, vontade de te ter aqui. Mesma vontade que as vezes tenho de nunca ter te conhecido, tão infantil, tão ensino fundamental esse pensamento, deveria dizer -" não esquenta, meu bem, se não foi não era pra ser" mas sempre acabo com esse aperto por dentro e dizendo a mim mesmo "Calma meu bem, as coisas vão se ajeitar, hoje, amanhã, talvez em outra vida, mas elas vão sim.".

7 comentários:

  1. adoreei o blog e estou seguindo-o!

    qnd tiver um tempinho, de uma passadinha no meu?


    bjooos

    http://cabecafeminina.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. é o que sempre esperamos que o tempo cure tudo...mas será que é verdade?
    http://saiadeflorbm.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Eu vim apenas lhe convidar, a seguirmos, pelos blogues.
    Visite-nos
    Estou a te esperar lá
    Felicidades, sempre.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Bah! Ando precisando colar essa frase na minha testa. É sério. kkkk. Adorei seu blog!
    Bjs da Marie

    ResponderExcluir